Behind-the-Scenes

Veja os Bastidores de Bourne Stuntacular com a produtora Natalie Lopez

September 11, 2020
BourneNatalie

NOTA DO EDITOR: as imagens mostradas ao longo desta postagem do blog não representam as diretrizes operacionais e de segurança atuais do Universal Orlando Resort. Consulte nossas diretrizes de segurança aqui.

Natalie Lopez visitou o Universal Studios Hollywood em 2009. Como muitos visitantes antes dela, ela tirou uma foto posando em uma atração em homenagem à franquia de filmes Bourne que incluía um recorte de papelão da estrela do filme, um pequeno veículo vermelho e uma motocicleta. Ela postou no Facebook, conseguiu alguns likes e não pensou nisso novamente até cerca de dez anos depois.

E isso porque, dez anos depois, Natalie seria uma das produtoras do The Bourne Stuntactular no Universal Studios Florida.

“Há dez anos, quando tirei aquela foto, não fazia ideia de que algum dia faria parte do Bourne Stuntactular”, diz Natalie. “O que eu mais gosto é o fato de que o carro e a motocicleta da foto são os mesmos dos filmes e pude trabalhar com a equipe de LA em 2018 para que fossem entregues em Orlando para ficarem na fila da atração. É uma loucura, é quase como se eu fosse predestinada. “

Natalie, que nasceu e foi criada em Orlando, cresceu em uma família pequena e muito unida. Aos três anos, ela se sentava embaixo da mesa do escritório da empresa familiar, observando o trabalho da mãe. Natalie teve um interesse precoce por entretenimento (sua tia até era a capitã em nossa atração JAWS!) e se envolveu com teatro durante o ensino médio. Quando ela chegou à faculdade, ela se formou em artes cênicas e gestão de hospitalidade, combinando seu amor por entretenimento e negócios. Quando Natalie completou 18 anos, ela conseguiu seu primeiro emprego na Universal – como atriz no desfile das festas de fim de ano de 2007 – e finalmente percebeu que gostava mais dos bastidores do que de se apresentar.

“É uma loucura; é quase como se eu fosse predestinada. “

Depois de alguns trabalhos de meio período como gerente de palco em diferentes eventos sazonais, Natalie se candidatou a seu primeiro cargo em tempo integral na empresa e recebeu a proposta para uma vaga na equipe que acabaria desenvolvendo o Superstar Parade da Universal.

“Abrindo um desfile totalmente novo? Provavelmente a parte mais assustadora da minha carreira”, diz Natalie. “Mas eu entrei de cabeça mesmo sem saber nada sobre como administrá-lo e acabei trabalhando no Superstar por quase cinco anos.” 

No início de 2017, Natalie se candidatou a um cargo de gerente assistente de produção com projetos de capital (novos projetos que estão chegando ao parque) e, ao ser informada de que conseguiu o emprego, também foi informada que deveria fazer as malas porque estava indo para a Califórnia por um mês para trabalhar no que se tornaria o novo Bourne Stuntactular no Universal Studios Florida.

“O propósito de eu ir para Los Angeles era meio que provar se o projeto em que estávamos trabalhando funcionava”, explica Natalie. “Testamos as telas de LED e o cenário em movimento, colocamos os carros para a perseguição e os dublês voando em diferentes cordas – tudo para ver se o que queríamos estava funcionando e funcionando bem.”

Assim que a equipe conseguiu a aprovação da prova de conceito em LA, as coisas começaram a andar rapidamente para a equipe que trabalhava no Bourne Stuntactular. O programa na época tinha cinco partes principais ajudando a desenvolvê-lo e o papel de Natalie era coordenar esses grupos, com a Universal Entertainment como a equipe principal que daria vida ao programa. Os outros quatro grupos eram Universal Creative (responsável pela construção do local); Renaissance Entertainment (que escreveu e produziu o show); Christie Digital (que construiu as telas do show); e Action Horizons (que forneceu os performers).

Natalie explica que há milhares de elementos no show que o diferenciam de outros na mesma linha, com “acrobacias de outro nível e uma série de efeitos especiais que o transportam para outro tempo e lugar. E faz isso de novo e de novo enquanto te leva de cidade em cidade.

“Assim que vi a prova de conceito, a intensidade e como estamos fazendo algo que nunca fizemos antes como um parque temático – eu sabia que este seria um projeto único. E quando eu finalmente consegui fazer parte das comunicações com todos os diferentes fornecedores e comecei a entender suas capacidades e habilidades e a saber o quão comprometidos e criativos eles são, eu pensei, ‘OK, sim, entre as peças em movimento, LED tela e os dublês – isso vai ser incrível. ‘”

Ensaios frequentes para o show começaram em setembro de 2019. Por meses, uma equipe de técnicos de entretenimento e dublês foi treinada para fazer o show do começo ao fim. Com tantos conjuntos de peças móveis e elementos técnicos, toda a operação é extremamente dependente de cada pessoa trabalhando em conjunto.

“Um técnico aperta um botão que diz que um equipamento pode se mover”, diz Natalie. “Ou eles comunicam que um ator está no elevador e que está movendo este ator do porão até o nível do palco, e então eles têm que abrir a porta, colocar o ator lá, apertar o botão que está tudo certo para acontecer … É muito intenso. Temos vários elencos e 15 técnicos por show, e todos precisam estar lá para que ele seja executado corretamente. É realmente incrível ver como o show tem sido encadeado desde o início. Por causa do jeito que esse show é, com as acrobacias e os telhados e prédios em movimento, tudo estava predeterminado antes de termos o ator correndo pelo show. Tudo tinha que estar bem definido antes mesmo de entrarmos no prédio, o que é muito original.”

“OK, sim, com as peças de cena em movimento, a tela de LED e os atores – isso vai ser incrível.”

O show, que estreou em junho de 2020 ao público, já recebeu muitos elogios por seus elementos técnicos únicos, dublês talentosos e capacidade de fazer o público exclamar: “NOSSA! Como eles fizeram isso E posso ver de novo?!”

Para Natalie, a chance de fazer parte de um projeto desde alguns dos estágios iniciais até a abertura tem sido uma oportunidade de carreira incrível. Nos últimos três anos trabalhando em Bourne Stuntacular, Natalie viu uma ideia se transformar em um projeto e um projeto se transformar em um show que os convidados querem experimentar.

“Você ouve sobre essas coisas no cinema e na TV”, diz Natalie. “Você ouve sobre quando as pessoas têm uma ideia, elas dizem ‘não seria legal se pudéssemos fazer isso?’ E então alguém diz, ‘… bem, sim, seria; você acha que poderia tentar? ‘Foi o que aconteceu aqui. É muito legal poder dizer que fiz parte disso. Eu nunca fiz parte de um show no estágio de concepção e depois ver ele ser construído e aberto ao público, é muito legal!”

Share

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember your website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our cookie policy.